Saltar para o conteúdo principal da página

Biblioteca do Mosteiro da Batalha

Centro de Informação e Documentação do Mosteiro da Batalha


Em 2009, o Mosteiro de Santa Maria da Vitória colocou à disposição do público um Centro de Informação e Documentação (CID), constituído pela biblioteca e pelo arquivo histórico. O CID situa-se no piso superior da ala nascente do Claustro de D. Afonso V.

Na biblioteca encontram-se publicações referentes ao próprio monumento, à história e arte do seu tempo, bem como a temas de conservação e restauro, museologia e património, entre muitos outros.

Aberta ao público em geral, é preferencialmente dirigida a interessados nas áreas temáticas referidas.

A lista das publicações existentes no fundo público encontra-se em:

http://www.mosteirobatalha.pt/data/Livros%20da%20Biblioteca%20Mosteiro%20da%20Batalha.pdf

No mesmo endereço podem-se descarregar publicações relacionadas com o Mosteiro da Batalha.

arquivo histórico guarda documentação relacionada sobretudo com os restauros do monumento no século XIX e com a atividade da oficina lisboeta de vitral, mosaico e azulejo de Ricardo Leone, regendo-se a sua utilização pelo respetivo regulamento:

http://www.mosteirobatalha.pt/data/AMB%20-%20RGLMT.pdf

Acervo

Dois fundos bibliográficos, um público e outro particular, compõem o acervo da biblioteca, reunindo um total aproximado de 2700 espécies.Neles se incluem monografias, publicações periódicas e fontes arquivísticas impressas com interesse para o estudo da história, da arquitetura, da escultura, dos vitrais, da pintura, do território e da paisagem do Mosteiro, bem como para a salvaguarda, conservação, restauro e reabilitação de monumentos e centros históricos, entre muitos outros assuntos.

 

O arquivo histórico conta com o fundo das Obras Públicas referentes ao restauro oitocentista do Mosteiro da Batalha, guardando ainda a vasta coleção de maquetas e cartões de vitral, mosaico e azulejo da Oficina Ricardo Leone, um depósito permanente do Museu do Chiado no Mosteiro de Santa Maria da Vitória.

Listagens dos fundos documentais existentes, na sua maior parte tratados arquivisticamente, encontram-se em:

http://www.mosteirobatalha.pt/pt/index.php?s=white&pid=215&identificador=bt32_pt

 


Bibliografia especializada

O lugar que o Mosteiro da Batalha ocupa na história, na arte e no património portugueses e europeus justifica, por si só, a compilação sistemática das fontes históricas e científicas que lhe dizem respeito. Junta-se a este estímulo o avolumar de estudos a que temos assistido de há aproximadamente trinta anos a esta parte. Ao longo do tempo, monografias do monumento e catálogos de exposições, têm procurado oferecer ao leitor listas bibliográficas, tanto quanto possível, completas. Relativamente às fontes de arquivo, temos a felicidade de uma grande parte da documentação conhecida ter sido já publicada por Saul António Gomes, com o rigor de leitura e transcrição paleográfica que os historiadores unanimemente lhe reconhecem. Com a definição do território do Mosteiro coincide o aparecimento da vila da Vitória, hoje Batalha, e um pouco mais adiante do concelho e da paróquia.

Tendo em conta esta realidade, está já em fase final de elaboração, a compilação de uma bibliografia especializada sobre o Mosteiro, que, não pretendendo ser um guia para a história e o património da vila, os tem em linha de conta sempre que, de alguma forma, exista um vínculo ao Mosteiro.

Essa bibliografia será, oportunamente, disponibilizada online.

Serviços disponíveis

Leitura de presença.

Acesso direto.

Não sendo permitida a reprodução por fotocópia, é possível fotografar as publicações e documentos.

Apoio científico a estudantes e investigadores.

Informações gerais

Horário

Segunda a sexta-feira, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00.

Encerra aos fins-de-semana, feriados nacionais e feriado municipal.

 

Contactos

Tel.: (00351) 244 765 497
Fax: (00351) 244 767 184
Email: geral@mbatalha.dgpc.pt

 

Localização

Mosteiro da Batalha

Largo Infante D. Henrique
2440-109 Batalha

A biblioteca e o arquivo histórico localizam-se no piso superior do Claustro de D. Afonso V.

Acessos

Pela saída dos visitantes, condicionado pela existência de barreiras arquitetónicas.