Saltar para o conteúdo principal da página

Projetos de Investigação

STORM - Safeguarding Cultural Heritage through Technical and Organizational Resources Management

O projeto tem como objetivo desenvolver uma abordagem integrada para uma melhor gestão dos riscos que afetam o património cultural, através da criação de ferramentas e instrumentos que auxiliem na tomada de decisões, nos momentos de crise ou catástrofe natural, durante as diferentes fases de prevenção/mitigação, preparação face à emergência; resposta à emergência e recuperação.

O STORM integra 20 parceiros de sete países (Alemanha, Áustria, Itália, Grécia, Portugal, Reino Unido, Turquia) e um organismo internacional (ICCROM). É composto por uma equipa multi-disciplinar, com especialistas na área da arqueologia, conservação e restauro, proteção-civil, meteorologia, gestão cultural, engenharia eletrónica e física.  

Para atingir os objetivos propostos, foram selecionados cinco sítios-piloto, tentando abarcar uma amplitude variada de materiais de construção, de cronologias e de cenários de risco, Tróia (PT); Manchester (UK); Centro de Rethymno (GR); Teatro de Ephesus (TR) ; Termas de Diocleciano (IT).

A DGPC é líder de um grupo de trabalho dedicado à avaliação e proposta de melhorias das políticas e procedimentos governamentais.

O projeto obteve financiamento da Comissão Europeia, através do programa Horizon2020, concretamente pelo do “Topic 3: Mitigating the impacts of climate change and natural hazards on cultural heritage, sites, structures and artefacts” da convocatória “DRS-11-2015: Disaster Resilience & Climate Change”. 

Grant Agreement n°: 700191

http://www.storm-project.eu/

Datas: Junho de 2016/Maio de 2019

Parceiros: Engineering – Ingegneria Informatica S.p.A. (ENG), INOV Inesc Inovação - Instituto de Novas Tecnologias (INOV), Foundation for Research and Technology, Hellas (FORTH), Technological Educational Institute of Piraeus (TEIP), Resiltech (RESIL),  Soprintendenza Speciale Per il Colosseo il Museo Nazionale Romano e l’area Archaeologica di Roma (SS-COL), Università della TUSCIA (TUSCIA), Kpeople ltd (KP), University of Stuttgart (USTUTT), Ministero degli Interni - Corpo Nazionale Vigili del Fuoco (CNVVF), Mellor Heritage Trust’s (MAT), Sparta Technologies (SPA), Salford University (Archaeology, Climatology) (USAL), Nova Conservacao, Lda. (NCRS) Troiaresort – Investimentos Turísticos, S.A (TRO), Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), Município de Grândola – Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) Zentralanstalt für Meteorologie und Geodynamik (ZAMG), Ephorate of Antiquities of Rethymno, Hellenic Ministry of Culture and Sports (EFARETH) Bogazici University (BU).

Responsabilidade da DGPC: Filipa Neto, Sofia Pereira 

Atividades já desenvolvidas pela DGPC no âmbito do projeto:

 

1.    Apresentação de Poster na Conferência Internacional “Património Cultural: Prevenção, Resposta e Recuperação de Desastres”, realizada na Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com o Museu dos Coches – dias 03 e 04 de novembro poster pdf

2.    Avaliação técnica da metodologia a implementar nas ruínas romanas de Tróia -  dias 10 e 11 de novembro

3.    Colaboração no blog nacional do STORM http://www.storm-project.eu/pt/

4.    Entrega de relatório inicial sobre o levantamento das políticas e procedimentos atualmente existentes para proteção do património cultural face à eminência de desastres naturais e alterações climáticas, State of the art policies on government of Cultural Heritage against natural disasters and climate changes

 


Construtores de Cavaquinho – Registo no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial

O projeto de investigação antropológica “Construtores de Cavaquinho” tem como objetivo final o registo dos saberes e técnicas relativos à construção do cavaquinho no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, como medida fundamental para a sua salvaguarda e valorização à escala nacional.
Este processo de inventariação sistemática do património imaterial relativo à construção do cavaquinho, com recurso a métodos e técnicas de pesquisa etnográfica, constitui uma componente prévia e indispensável de suporte à eventual organização futura, a promover pela Associação Cultural e Museu do Cavaquinho.PT, da candidatura da prática do cavaquinho à Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade (UNESCO), que deverá envolver os restantes territórios da diáspora do cavaquinho: Brasil, Cabo-Verde, Indonésia e as ilhas do Hawai.

Datas: Julho de 2014/Dezembro de 2015

Parceiros: Associação Cultural – Museu Cavaquinho.PT

Responsabilidade da DGPC: Paulo Costa e Teresa Pacheco Albino


Norte Júnior ou o Triunfo do Eclectismo

A abundante obra do arquiteto Norte Júnior (1878-1962) construída em Lisboa, arredores e em outros locais do país, como Estarreja, Cúria, Buçaco, Faro e Açores, à qual foi atribuída diversos prémios Valmor, é incontornável no panorama nacional. O presente protocolo, estabelecido entre a DGPC e a UAL, visa, precisamente, aumentar a informação sistemática e útil sobre a obra de Norte júnior, através de um inventário informado na investigação histórica e arquitetónica, com recurso a arquivos e outras fontes, nomeadamente os imóveis. A promoção deste trabalho, realizado em parceria, assenta na necessidade da DGPC atualizar o seu inventário referente ao património imóvel classificado ou localizado em áreas de proteção, ampliando o conhecimento, ainda a outras realizações do autor, o que possibilitará apoiar a sua salvaguarda e valorização, por um lado, e, por outro, disponibilizar esta informação a todos os cidadãos. 

Datas: Abril de 2014 - Abril 2015

Parceiros: Cooperativa de Ensino Universitário / Universidade Autónoma de Lisboa (CEU/UAL) 

Responsabilidade da DGPC – DBC/DPIMI – Deolinda Folgado / Catarina Oliveira


Esculturas della Robbia em Portugal: História, Arte e Laboratório

ROBBIANA

Estudo de um grupo de esculturas em terracota vidrada  atribuíveis às oficinas Della Robbia pertencentes ao Museu Nacional de Arte Antiga, Fundação Calouste Gulbenkian e Mosteiro dos Jerónimos

Datas: Março 2013- Fevereiro 2015

Parceiros: ITN; Instituto Tecnológico e Nuclear; AISTID-IST.UTL; Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; MNAA; DGPC; Fundação Calouste Gulbenkian

Responsabilidades da DGPC: Investigador no MNAA, Anísio Franco

Nº da FCT: PTDC/HIS-HEC/116742/2010


Azulejaria medieval em Portugal – um estudo de proveniência

Análise de pastas e vidrados dos azulejos hispano-mouriscos  tardo-medievais em Portugal

Datas: 2012-2015

Parceiros: FFCT/FCT/UNL - (Fundação da Faculdade de Ciências e Tecnologia); FCT – UNL; CSH-UNL; Instituto de Tecnologia Nuclear (ITN); IPT (instituto Politécnico de Tomar); UPC (Universidade Polithécnica de Catalunha)

Responsabilidade da DGPC: Investigador no MNAA - Rui Trindade

Nº da FCT: PTDC/CPC-EAT/4719/2012


Azulejaria Medieval em Portugal - um estudo de proveniência.

O Mosteiro de Alcobaça é possuidor da coleção mais antiga de ladrilhos vidrados medievais, cujo estudo analítico e tecnológico é relevante, não só no âmbito do projeto de estudo de tecnologia e proveniência de objetos cerâmicos e vítreos, mas igualmente na valorização do espólio patrimonial do Mosteiro de Alcobaça.

O estudo por amostragem das pastas e dos esmaltes cerâmicos representativos da colecção é realizado nas instalações do VICARTE, na Faculdade de Ciências e Tecnologia. A recolha por mili-amostragem (secções com ca. 1 mm) será realizada no Mosteiro de Alcobaça. Estão seleccionadas 12 peças, representativas dos vários revestimentos vítreos existentes em Alcobaça, incluindo uma peça hispano-mourisca.

Os resultados serão alvo de publicações conjuntas, enquadradas no âmbito do projeto suprarreferido, e publicações de mútuo interesse entre o Mosteiro de Alcobaça e o VICARTE.

Datas: 2012-2015

Parceiros: Fundação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FFCT/FCT/UNL); Unidade de investigação VICARTE (Vidro e Cerâmica para as Artes; Instituto de Tecnologia Nuclear/IST; DGPC

Responsabilidade da DGPC: Parceria (MA - Dra Isabel Costeira; Dra Ana Nunes)

Nº da FCT:  PTDC/CPC-EAT/4719/2012


Rede Temática Comunicação e Museologia – Comunicar o Museu (Comunicar com o Público)

Atribuída Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia Irina Matias Duarte

BGCT

Investigação na área de Filosofia da Educação, tendo como objeto de estudo os segmentos de público dos serviços de educação do Museu e a respetiva programação, formas de comunicação e abordagem dos diferentes grupos etários e níveis de escolaridade e ainda dos materiais de apoio à visita utilizados na relação com a comunidade educativa. 

Datas: 1 de janeiro de 2014, duração: 12 meses

Responsabilidade da DGPC: Coordenação - Museu Nacional de Arte Antiga

Nº da FCT: SFRH/BGCT/52391/2013


Rede Temática Comunicação e Museologia – Comunicar os Acervos. 

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia Teresa de Serra e Moura

BGCT

Levantamento exaustivo das técnicas de construção dos suportes das pinturas sobre madeira dos séculos XV a XVII, de produção portuguesa da coleção do MNAA, tendo em vista a respetiva sistematização e disponibilização pública, assim atualizando o conhecimento e a documentação sobre a produção pictórica portuguesa deste período e de uma das mais importantes coleções de referência do Museu. 

Datas: 1 de setembro de 2012. Renovável até 1 de setembro de 2017

Responsabilidade da DGPC: Coordenação - Museu Nacional de Arte Antiga

Nº da FCT: SFRH / BGCT / 51497 / 2011


Rede Temática Comunicação e Museologia – Comunicar o Museu (Comunicar com o Público)

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia Ana Ferreira de Sousa

BGCT

Estudo da relação entre comunicação e design gráfico na programação expositiva e editorial do MNAA com aplicação prática ao plano de atividades prosseguido pelo MNAA.

Datas: 1 de julho de 2013. Renovável até um máximo de 36 meses.

Responsabilidade da DGPC: Coordenação - Museu Nacional de Arte Antiga

Nº da FCT: SFRH / BGCT / 52180 / 2013


Rede Temática Comunicação e Museologia – Comunicar os Acervos

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia Ramiro Assis Gonçalves

BGCT

Pesquisa e identificação de técnicas de comunicação, diferentes meios e linguagens, bem como definição e aplicação de estratégias comunicacionais, tendo em vista o estudo e análise do público-alvo do MNAA, a captação de visitantes e a criação de hábitos de visita.  

Datas: 1 de Julho de 2009. Renovada até 30/12/2014.

Responsabilidade da DGPC: Coordenação - Museu Nacional de Arte Antiga

Nº da FCT: SFRH / BGCT / 33806 / 2009


O Arquivo LEISNER

O projeto consiste no arrolamento integral do fundo documental e no tratamento exaustivo do acervo epistolar que o constitui incluindo a sua digitalização, catalogação e disponibilização on-line no site da DGPC e futuramente no site do Instituto Arqueológico Alemão. Este arquivo integra o espólio documental reunido pela arqueóloga alemã Vera Leisner (1885-1972) e depositado na subdelegação portuguesa do Instituto Arqueológico Alemão, aquando do seu falecimento em 1972. Com o encerramento da subdelegação portuguesa deste instituto em 1999, este espólio foi cedido ao Estado Português em regime de comodato. Presentemente encontra-se em fase de descrição sistemática do fundo documental geral.   

Datas: julho de 2012 até ao presente.

Parceiros: DAI – Deutsches Archäologisches Institut/ Fundação Calouste Gulbenkien/UNIARQ – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa – Prof. Dr.ª Ana Catarina Sousa.

Responsabilidade da DGPC: DGPC – Fernanda Torquato/Filipa Bragança


Nuevas Tecnologias Aplicadas Al Estudio De La Movilidad E Intercambio: Cuentas Verdes Y Ceramica Decorada Con Rellenos Blancos Del VI Al II Milenio Ane En La Peninsula Iberica.

Estudo das contas em pedra verde do espólio da Casa Museu Vieira Natividade, em depósito no Mosteiro de Alcobaça, integrado no Projecto de Inventário e estudo dos artefactos de pedra verde do Neolítico-Calcolítico na Peninsula Ibérica, normalmente correspondendo a contas e pendentes/pingentes.

Este estudo procura confirmar a identificação de produtos de variscite e estabelecer a sua distribuição e proveniência ao nível da Península Ibérica, conhecendo-se actualmente alguns focos principais de origem nas áreas de Trás-os-Montes, Salamanca, Huelva e Catalunha. O estudo inclui a análise de cada peça por métodos não invasivos ou destrutivos, verificando se aquelas correspondem de facto a variscites ou a outro mineral/rocha.

Datas: 2012-2014 - em fase de preparação da monografia final.

Parceiros: Universidade de Sevilha; Universidade de Lisboa (Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras e Lisboa); DGPC

Responsabilidade da DGPC: Parceria (MA - Dra Isabel Costeira)

Nº da FCT: Har2012-34620 (Ministerio De Economía Y Competitividad - España)


Gilt Teller

Estudo interdisciplinar multi-escala das técnicas e dos materiais de douramento em Portugal, 1500-1800

Datas: 2010-2014

Parceiros: FCT/UNL; IST/UTL, Lisbon;  DGPC/Conservation Laboratory, Lisbon;  Diocese de Viseu;  FL/UL, Lisbon;  UCP-CITAR, Porto;  ICT, Praga

Responsabilidade da DGPC: Participante das task 1,2 e 4, 5 e 6: Elsa Murta (Conservator-restorer, MSc)

Nº da FCT: PTDC/EAT-EAT/116700/2010)


TACELO - Estudos para a Conservação das Esculturas Monumentais em Terracota do Mosteiro de Alcobaça

As esculturas monumentais em terracota, com dimensões na ordem dos dois metros de altura, produzidas e/ou encomendadas pelos monges cistercienses, constituem um dos conjuntos de obras de arte mais importantes e originais do último terço do século XVII, nos planos estético, artístico e técnico.

Porém, o mau estado de conservação de algumas delas, coloca-as no limiar da perda total resultante de alterações do suporte, da perda das policromias e do destacamento e queda de partes das esculturas. A tentativa de mitigação deste processo de degradação, obrigou a várias intervenções de conservação e restauro ao longo de dois séculos, nem sempre eficazes.

Pretende-se apresentar os primeiros estudos direcionados para a utilização de um material consolidante verdadeiramente eficaz para estas peças, a aplicar na intervenção sobre a «Virgem da Anunciação».

Datas: 2009/Agosto 2014

Parceiros: Instituto Politécnico de Tomar; DGPC; Universidade Aveiro; Fundação da Fac. Ciências ULisboa; Fac. Ciências Sociais Humanas UNLisboa

Responsabilidade da DGPC: Parceria (MA- Dra Cecília Gil)

Nº da FCT: PTDC/HIS-HEC/111825/2009


INOV STONE - Novas Tecnologías para a competitividade da Pedra Natural

PPS 7 - Tecnologias de manutenção e valorização do património histórico em pedra natural

Desenvolvimento de tecnologias de manutenção e valorização do património histórico em pedra natural carbonatada, em relação com a monitorização de antigas acções de conservação e restauro: Claustro da Hospedaria e Sala dos Monges do Mosteiro de Alcobaça:

- recolha de amostras de pedra e eflorescências: caracterização das formas de degradação e monitorização da ação do tempo sobre os materiais pétreos intervencionados no passado;

- análise por estereomicroscopia, difração de raios-X, microscopia eletrónica de varrimento com espectroscopia de raios-X por dispersão em energia acoplada e espetroscopia Micro-Raman.

- análise das águas: recolha de amostras em vários pontos do monumento e cerca.

O projecto de investigação INOV STONE avançou para um Programa de Doutoramento, com integração do caso do Mosteiro de Alcobaça no plano de trabalho.

Datas: INOV STONE - jan 2012/dez 2013; PPS 7- Em curso, Doutoramento de 2014 a outubro 2016 

Parceiros: INOV STONE: CEI - Companhia de Equipamentos Industriais (promotor líder); Mármores de Alcobaça, Lda; Universidade de Évora; CEVALOR; DGPC

Projecto de Doutoramento (2014): University of the West of Scotland em parceria com o Laboratório HERCULES da Universidade de Évora, e o Núcleo de Pedra, Cerâmica e Betões - Departamento de Materiais - Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

Responsabilidade da DGPC: Parceria (MA - Dra Isabel Costeira)

13854 - projecto financiado pelo QREN e COMPETE


EARLY METAL - Estudo da origem e difusão das primeiras ligas de bronze na Fachada AtlÂntica Peninsular Projecto resultante da fusão de três projectos

Estudo do espólio da Gruta das Redondas da colecção da Casa Museu Vieira Natividade, em depósito no Mosteiro de Alcobaça.

O estudo consiste num procedimento experimental em três etapas:
1) análise elementar por Espectrometria de Fluorescência de Raios X, Dispersiva de Energias (FRX), sem preparação prévia da superfície do objecto, com o objectivo de obter informações quanto ao tipo de liga e principais impurezas;
2) limpeza de uma pequena área (<25 mm2) de forma a remover as camadas superficiais de corrosão e efectuar uma análise por micro-FRX, com o objectivo de obter dados quantitativos da composição da liga metálica não corroída;
3) observação da área previamente limpa num Microscópio Óptico com o objectivo de se efectuar a caracterização microestrutural do metal e assim inferir sobre os processos de manufactura dos artefactos.

O procedimento é concluído com uma intervenção de C&R na área sujeita a análise e observações microestruturais, 

Datas: 2008/Agosto 2013 - está em elaboração a  publicação final.

Parceiros: Fac. Letras ULisboa/UNIARQ; Inst. Tecnológico e Nuclear/IST; Fac. Ciências e Tecnologia UNLisboa; DGPC(ex-IMC e ex-IGESPAR)

Responsabilidade da DGPC: Parceria (MA - Dra Isabel Costeira)

Nº da FCT: PTDC/HIS-ARQ/100623/2008; PTDC/HIS-ARQ/099950/2008; PTDC/HIS-ARQ/102112/2008