Saltar para o conteúdo principal da página

Parcerias

As parcerias entre os organismos do Estado e outras entidades da chamada sociedade civil são meios importantes para a salvaguarda e valorização do Património Cultural. A DGPC trabalha ativamente para manter e dinamizar parcerias com parceiros muito diversos porque encara-as como um meio para potenciar sinergias e alcançar resultados que de modo autónomo muito dificilmente poderiam ser concretizados.

A Direção-Geral do Património Cultural tem como missão assegurar que o património cultural, nas suas mais diversas vertentes, é estudado, conservado, valorizado e divulgado e que os bens patrimoniais móveis, imóveis, imateriais, são convenientemente documentados e salvaguardados, de modo a poderem ser fruídos ao longo de gerações. Mas estes nobres objetivos e todas as iniciativas necessárias para os concretizar não podem ser assumidos integral e unicamente pelos departamentos do Estado. A sociedade civil, através das suas diferentes formas de organização - empresas, associações, fundações –, assim como todos os cidadãos, são chamados a dar o seu contributo para a preservação e valorização do património. Este envolvimento pode ser pontual, mas ganha uma dimensão mais substantiva se for enquadrado no âmbito de parcerias que juntem entidades diversas mas com o comum objetivo de defender e promover o património.

Gabinete de Conservação da Ilha de Moçambique

A DGPC participa no Projecto "Cluster da Cooperação Portuguesa da Ilha de Moçambique", na qualidade de parceiro do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua. O projeto tem como objetivos específicos:  1. Apoiar o restauro e a valorização do Património Edificado e o respectivo ordenamento, a promoção do Património Histórico e Cultural, valorizando o “Património Mundial” que é a Ilha de Moçambique;  2. Apoiar a valorização e o desenvolvimento dos recursos humanos elevando competências e aptidões profissionais da população economicamente activa; 3. Apoiar o desenvolvimento espacial e urbano, harmonioso e equilibrado, da Ilha de Moçambique e da sua área envolvente; 4. Apoiar o melhoramento de acesso de água às comunidades; 5. Apoiar a criação de emprego remunerador, produtivo e durável; 6. Apoiar o fornecimento de serviços sociais básicos

Representante da DGPC:  Alexandre Brás Mimoso - amimoso@dgpc.pt


Instituto del Patrimonio Cultural de España

No quadro da colaboração inciada em 2009, com a colaboração do ex-IMC no Plan Nacional de Salvaguarda del Patrimonio Inmaterial (ed. IPCE, 2011), o IPCE promove atualmente a utilização em Espanha do “Kit de Recolha do Património Imaterial” (ed. IMC, 2011), traduzido para o efeito para Espanhol pelo próprio IPCE.

Representante da DGPC: Paulo Costa - paulocosta@dgpc.pt